Mudança de casa tranquila em 8 passos simples

Sonhar com uma mudança de casa é muito comum, concorda? Afinal, é ótimo poder abrir a porta de um imóvel novo pela primeira vez e poder fazer planos. Trocar de endereço também tem a ver com conforto e praticidade para o cotidiano.

Quando a família cresce, nada melhor que buscar um novo lar. No entanto, essa alteração é um processo que exige cuidados.

No entanto, se você não ficar atento, corre o risco de encarar uma etapa que dura dias e, às vezes, até semanas.

Além disso, não dá para negar que é algo que demanda muito trabalho. Por outro lado, a boa notícia é que tudo se torna melhor com o planejamento adequado!

Para que a sua vida fique mais tranquila nesse processo, veja 8 dicas imperdíveis para fazer a mudança de casa!

1. Limpe a nova casa

Ainda que o novo imóvel esteja pronto, não significa que é só chegar e deixar as suas coisas. Afinal, é preciso que tudo fique preparado para receber os elementos do seu lar. Por isso, arrumar a casa é essencial!

Realize uma faxina completa em cada cantinho. Se for necessário, aproveite para pintar as paredes ou para dar aquele brilho especial no revestimento. Não deixe de varrer e de tirar a sujeira.

Chegar em um ambiente limpo torna a experiência melhor e aumenta a praticidade e a facilidade. Então, capriche nessa arrumação prévia para que tudo saia conforme o esperado.

2. Organize os itens por categoria na hora de embalar

Um dos momentos de maior dúvida consiste na forma de se organizar uma mudança. Quanto melhor for a atenção nesse momento, mais fácil vai ser concluir o processo com sucesso.

Em vez de tentar fazer tudo logo de cara, divida a arrumação por cômodos. Depois, crie categorias para que esses itens não fiquem avulsos.

Dessa forma, conforme você for arrumando, encontrará coisas esquecidas, perdidas ou que já não úteis. Livre-se desse excesso e continue a arrumação em categorias.

Na cozinha, por exemplo, todos os talheres devem ficar juntos. Na sala, todos os livros também devem ser armazenados no mesmo lugar.

3. Use caixas de papelão

Entre os elementos indispensáveis estão as caixas de papelão para mudança. Esses são os componentes mais adequados para transportar os diversos itens do seu ambiente. Afinal, trazem a proteção necessária e, ao mesmo tempo, oferecem praticidade.

No entanto, na hora de encaixotar, é preciso ter bastante cuidado. Em primeiro lugar, opte por caixas que tenham o volume adequado para grupos de objetos. As muito grandes desperdiçam espaço e as muito pequenas geram um trabalho desnecessário.

Deixe os itens mais pesados para o fundo e aproveite a capacidade da forma certa. Se for preciso, indique em qual direção o conjunto deve ser mantido. Para fechar, use uma boa quantidade de fita. Há até um vídeo no Youtube que ajuda a tirar algumas dúvidas sobre o que fazer.

4. Tenha cuidado com objetos frágeis

Na hora de recorrer às caixas, entretanto, reserve uma atenção extra para os itens considerados frágeis. Elementos de vidro ou louça, objetos decorativos e os com valor sentimental devem receber o máximo interesse.

Portanto, o ideal é sempre embalá-los com a ajuda de bastante plástico-bolha. Essa proteção extra serve para absorver os atritos e evitar surpresas desagradáveis quando você completar a mudança de casa.

Se for possível, deixe o que for muito frágil e importante à parte. Você pode levar esses elementos de carro, de modo a garantir que nada será prejudicado. Para o que for com a equipe, inclua sinalizações sobre a fragilidade do conteúdo da caixa.

5. Faça um mapa mental de onde os objetos vão ficar

Com tudo nas caixas, é hora de começar a pensar em como organizar mudança. Nesse momento, vale montar uma planta mental da nova casa para ter perspectiva sobre onde cada elemento será posicionado.

Os itens de cozinha, por exemplo, devem receber uma anotação na caixa para que já sejam deixados no local. Quanto aos quartos, planeje como cada cômodo será usado e faça indicações de onde colocar os pacotes.

Isso é importantíssimo para impedir aquele acúmulo na sala e que a torna intransitável, por exemplo. Ademais, este também é um jeito de facilitar a arrumação, já que cada conjunto estará no local exato.

6. Contrate um carreteiro de confiança

Para evitar dores de cabeça na mudança de casa, você tem que se dedicar à seleção do carreteiro. O serviço tem que ser profissional e cumprir com tudo o que é necessário.

Assim, antes de fechar negócio, peça referência para quem já fez alguma mudança. Depois, opte pelo profissional que trouxer o melhor custo-benefício, em vez de escolher o mais barato.

Não se esqueça de combinar todos os detalhes, como dia, horário, local de partida, destino e tamanho da mudança. Assim, tudo correrá com maior rapidez.

7. Organize por categorias

Depois que as caixas se encontrarem no imóvel, é comum sentir uma dúvida: “como organizar a minha casa?”

Embora isso pareça complicado, o planejamento vai valer a pena exatamente nesse momento.

O truque principal é organizar por categorias. Assim, na hora de arrumar o armário, guarde todas as camisas primeiro e só então parta para as calças. Na sala, comece pelos livros e só depois vá para os porta-retratos.

Essa é uma das dicas da guru em organização, Marie Kondo. Com sua própria série na Netflix, ela é a criadora do método KonMari. A técnica ensina desde jeitos de organizar gavetas a como identificar o que já não serve. Aproveite para assistir a alguns episódios e use os truques para ter sucesso.

8. Ajeite os detalhes no seu tempo

Mesmo a organização de casas pequenas pode levar mais que algumas horas. Às vezes, é preciso de alguns dias. Em outros casos, a semana inteira é dedicada à tarefa.

O importante é que você evite ter pressa depois que o principal estiver organizado.

Os móveis estão montados? Os cômodos já podem ser utilizados? Então, o que tiver faltado pode ser arrumado aos poucos.

Pregar quadros na parede, mudar a disposição da estante ou caprichar nas almofadas faz parte de uma boa organização. No entanto, são tarefas que podem ser concluídas conforme se acostuma com o lar. Assim, terá a tranquilidade necessária!

Fazer a mudança de casa é estressante para muita gente, já que demanda tempo e dedicação. Ao cuidar do planejamento, entretanto, você conseguirá resultados melhores e realizará o processo da maneira ideal.

Essas dicas valem para quem vai mudar de casa e também para o empreendedor que trocar o endereço do escritório ou loja. Este é o seu caso? Então confira nossas dicas específicas sobre como organizar a mudança do escritório!

Lar Imóveis

Há 40 anos no mercado, a LAR Imóveis oferece soluções inovadoras de compra, venda e locação de imóveis, focando sempre no melhor atendimento ao cliente e em um relacionamento de credibilidade e confiança mútua.

LEIA TAMBÉM